O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
  • Contribua enviando fotos, vídeos e notícias.
    Enviado por: Moradores Catalão.
    Moradores relatam falta de água em Catalão
    • ENQUETE
      Você é a favor da legalização do porte de armas para o cidadão?
      Selecione uma opção abaixo.
      Sim
      Não

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  • 24 de Out / 2012 - Educação
    Com cinco novas graduações, UFG abre inscrição para vestibular 2013/1
    UFG oferece 5.001 vagas em 144 cursos. Cadastro deve ser feito pela internet; prazo termina no dia 8 de novembro.

    As inscrições para o vestibular da Universidade Federal de Goiás (UFG) 2013/1 foram abertas nesta terça-feira (23). O prazo se estende até o dia 8 de novembro. A partir deste ano, o vestibulando terá cinco novas opções de curso de graduação na universidade, totalizando 144 em quatro campi. As inscrições só podem ser realizadas pela internet no site www.vestibular.ufg.br ao valor de R$ 130,00.

    Goiânia passará a oferecer os cursos de engenharia física, física médica e relações internacionais; administração na cidade Goiás; e administração pública, na modalidade Educação à Distância (EaD), em Catalão.

    Das 5.001 vagas, 2.985 são para os cursos oferecidos em Goiânia; 1.032 para o campus de Catalão, com 240 delas para EaD; 816 para Jataí e 168 para a Cidade de Goiás. As 1.139 vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu/2013) são distribuídas entre os cursos oferecidos em Goiânia (695), Catalão (198), Jataí (204) e Cidade de Goiás (42).

    Oitenta por cento das vagas continuarão a ser disponibilizadas pelo vestibular, chamado de sistema universal. Os aprovados para 20% das vagas são selecionados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ambos os sistemas já contam com a reserva de 20% das vagas para alunos oriundos da escola pública.

    Greve

    As provas da primeira fase serão realizadas no dia 13 de janeiro de 2013, e a segunda, nos dias 3 e 4 de fevereiro do mesmo ano. Nos anos anteriores, o processo seletivo era realizado no início do mês de novembro e em dezembro. A mudança no calendário é consequência da greve ocorrida neste ano. O segundo semestre de 2012 vai ser terminado em março do ano que vem e o primeiro semestre de 2013 só vai começar no final de março.

    Apesar desse atraso, a pró-reitora de graduação da UFG, Sandramara Matias Chaves, contou que não acredita que ocorra uma redução no número de inscritos. “Houve greve no Brasil todo e a maioria das universidades estão com calendário atípico como o nosso. Talvez essa alteração de datas até contribua para elevar o número de inscrições. Vamos ter de esperar até o dia 8 de novembro” diz.

    Cotas

    Neste primeiro ano de vigência, a nova Lei de Reserva de Vagas, lei nº 12.711/2012, que exige que 12,5% das vagas sejam destinadas a estudantes oriundos de escolas públicas, não deve afetar o processo seletivo da UFG. Isso porque a universidade já destina há alguns anos 20% de suas vagas a vestibulandos com esse perfil, via projeto UFGInclui. A meta é aumentar esse percentual até 50% em 2016, adequando-se à determinação legal.

     

    Segundo a pró-reitora de graduação da UFG, o que muda para o candidato é que, ao se inscrever, ele encontrará informações detalhadas no edital sobre o procedimento de inscrição, como a renda familiar e autodeclaração racial. “A partir de hoje, o vestibulando já pode se inscrever pelo vestibular, sistema de cotas ou Sisu. O edital está bem detalhado no site www.vestibular.ufg.br para que não haja dúvida para fazer a inscrição”, afirma.

    Sandramara destaca que o candidato deve se atentar à categoria pela qual irá se inscrever. “Isso vai determinar todo o percurso do vestibulando ou concorrência. Ele também deve ficar atento ao fato de que deverá ter condição de comprovar a opção assinalada como a renda familiar ou se cursou os três anos do ensino médio em escola pública”, ressalta.

    Sandramara Chaves da UFG.
    (Foto: Reprodução/TV Anhanguera).


    Lei de Reserva de Vagas

    Embora a Lei 12.711/2012 exija que 12,5% das vagas sejam destinadas aos estudantes de escolas públicas neste primeiro ano de implementação, a UFG continuará com o mesmo percentual já utilizado anteriormente em outros processos seletivos, por meio do UFGInclui, que é de 20% das vagas reservadas aos estudantes egressos de escolas públicas. Nos próximos anos, gradativamente, este número crescerá até atingir o percentual de 50% em 2016.

    Continuam valendo duas formas de ingresso na UFG: o Processo Seletivo (o vestibular), via de ingresso para 80% das vagas da universidade, e o Sistema Unificado (o Sisu), que seleciona os aprovados para os outros 20% das vagas. Ambos os sistemas já contam com a reserva de 20% das vagas para alunos oriundos da escola pública. Porém, as possibilidades de inscrição no Processo Seletivo (vestibular) mudaram.

    A partir de agora, o acesso via vestibular passa a ser feito de três formas diferentes: via sistema UFGInclui, para alunos quilombolas, indígenas e estudantes surdos-exclusivo ao curso de Letras:Libras, via Sistema Universal ou via Sistema de Reserva de Vagas, conforme a lei 12.711/2012 que reserva vagas para estudantes de escolas públicas, para pretos, pardos e indígenas, dentro de duas faixas de renda definidas na Lei. O estudante optará pelo sistema, conforme suas condições, no ato da inscrição.
     
    Esclarecendo dúvidas

    Quais são os sistemas de acesso no Processo Seletivo 2013-1?

    UFGInclui

    O Programa de Inclusão da UFG agora só vale para três categorias: negros quilombolas de escola pública, indígenas de escola pública e surdos, exclusivo para o curso de Letras:Libras. No caso das categorias negro quilombola e indígenas, caso exista demanda, os estudantes terão uma vaga criada no curso para eles. A comprovação de pertencimento às comunidades indígenas e ou quilombolas continua sendo necessária, no entanto, no que se refere à escolaridade, agora só é preciso comprovar que o estudante cursou os três anos do ensino médio integralmente em escola pública e não mais os dois últimos anos do ensino fundamental.
    O programa também reserva 15 vagas do curso Letras:Libras para candidatos surdos.

    Sistema Universal

    É o sistema sem reserva de vagas. Inscrevem-se nele estudantes de escolas privadas, escolas conveniadas ou que não cursaram integralmente o ensino médio em escola pública. Este ano 80% das vagas do Processo Seletivo 2013-1 serão destinadas ao sistema universal.

    Sistema de Reserva de Vagas

    Conforme a lei 12.711/2012 o sistema garante a reserva de vagas em quatro categorias. As vagas neste sistema serão distribuídas a alunos pretos, pardos e indígenas de escola pública segundo as estatísticas do censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para estas populações em Goiás que é de 56,68% e aos demais alunos de escolas públicas. A distribuição, do mesmo modo, leva em conta também o fator econômico – renda familiar per capita.

    Assim, 50% das vagas reservadas são destinadas a alunos de escola pública com renda per capita menor ou igual que 1,5 salário-mínimo. Desses 50%, pelo índice do IBGE, 56,68% são reservadas aos alunos pretos, pardos ou indígenas e o restante das vagas aos demais candidatos de escola pública.

    Os outros 50% das vagas reservadas são destinadas para alunos de escola pública com renda per capita maior que 1,5 salário-mínimo. Da mesma forma, 56,68% dessas vagas são destinadas para pretos, pardos ou indígenas e o restante das vagas aos demais candidatos de escola pública. (Veja o gráfico anexo)

    Como o candidato comprova se é preto, pardo ou indígena?

    O candidato precisa se autodeclarar e se responsabilizar pela veracidade de sua autodeclaração, estando sujeito às sanções cabíveis em caso de falsidade.

    Como o candidato comprova que é estudante de escola pública?

    Para a comprovação de que estudou em escola pública é preciso ter cursado integralmente os três anos do ensino médio em escola pública. A comprovação só será feita na matrícula e a não apresentação dos documentos implica em perda da vaga.

    Para comprovação é possível apresentar o certificado de conclusão do ensino médio fornecido pela escola ou declaração da mesma; certificado de conclusão com base no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM; Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - ENCCEJA ou exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas estaduais de ensino. Nesses casos o estudante deverá entregar declaração atestando que não cursou integralmente ou em parte o ensino médio em escola privada. É importante lembrar que escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais, as quais, nos termos do Art. 20 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n. 9.394, de 20/12/1996), são consideradas instituições privadas de ensino, ainda que a escola cursada pelo candidato seja mantida por convênio com o Poder Público.

    Como será feita a comprovação da renda?

    A comprovação de renda será realizada após o resultado da primeira etapa, entre os dias28 de janeiro e 6 de fevereiro. O candidato deverá apresentar comprovantes de renda de todos os membros da família com datas referentes aos três meses que anteriores à data de inscrição do estudante no processo seletivo, no caso julho, agosto e setembro. Os documentos válidos para comprovação estão descritos no edital. Se o candidato não tiver a renda inferior a 1,5 salário-mínimo per capita, ele passa a concorrer na categoria com renda superior a este valor.

    Um estudante que optou pelo sistema de Reserva de Vagas que tiver nota suficiente para ser aprovado pelo Sistema Universal ocupa vaga no sistema de Reserva?

    Não. O estudante que tem nota para ser aprovado no Sistema Universal abre a vaga para outro estudante que precisa da reserva de vagas para ser selecionado. Isso já acontecia anteriormente no UFGInclui.


    (G1/Goiás - Ascom - CAC/UFG).

     


    2
    Comentários
    Ascom - Portal Catalão
    Para quem é ISENTO do pagamento da taxa e o sistema gerou boleto: desconsidere o boleto. Sua inscrição será efetivada.
    25 de Outubro de 2012 às 10:07:34
    viviane dias
    E QUEM GANHOU A INSENÇÃO DO VESTIBULAR COMO FAZ A INSCRIÇÃO..NORMAL???
    24 de Outubro de 2012 às 16:06:19
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
comercial@portalcatalao.com.br
financeiro@portalcatalao.com.br
ascom@portalcatalao.com.br
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Paulo Damasio, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro, André Sardinha.
SUBIR PÁGINA